Evolução da Licença-Paternidade no Japão

A licença-paternidade é uma prática em ascensão, oferecendo aos homens a oportunidade de cuidar de seus filhos nos primeiros anos de vida.

De acordo com a Lei de Licença para Cuidados e Assistência à Criança, os pais têm o direito de tirar licença até que a criança complete 1 ano de idade. Além disso, desde outubro de 2022, foi introduzida a “Licença-paternidade pós-parto”, permitindo aos pais tirar até 4 semanas dentro de 8 semanas após o nascimento do filho. Essa medida visa apoiar a conciliação entre trabalho e família, bem como incentivar a participação das mulheres no mercado de trabalho.

A partir de 2023, as empresas são obrigadas a divulgar a taxa de licença-paternidade dos homens em seus relatórios financeiros, impulsionando iniciativas para promover essa prática. Segundo dados do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, a taxa de licença-paternidade aumentou para 17,13% no ano fiscal de 2022.

LEIA TAMBÉM:

Preços de mais de 600 itens alimentares aumentarão em junho no Japão Quem é elegível para a redução de 40.000 ienes dos impostos a partir de junho? 5 impostos que você pagará se morar e trabalhar no Japão

O governo estabeleceu a

Leia o conteúdo completo acessando o link abaixo.

Este post foi originalmente publicado no DIA A DIA.

  • Compartilhe esta postagem