Kodokushi: mortes solitárias no Japão afetam cerca de 68.000 idosos

As mortes solitárias no Japão afetam cerca de 68.000 idosos no Japão anualmente, indicaram os dados coletados pela Agência Nacional de Polícia.

No Japão, a morte solitária, conhecida como “kodokushi “(孤独死), refere-se ao fenômeno de indivíduos que morrem sozinhos em suas casas e passam despercebidos por dias ou semanas.

O kodokushi vem se tornando um problema cada vez mais frequente no Japão em meio ao envelhecimento da população, e uma das principais causas é o isolamento social. Apesar de afetar muitos idosos, também há casos de pessoas jovens que morrem isoladas em suas casas.

Segundo os dados preliminares da agência policial, de janeiro a março, houve cerca de 21.716 mortes solitárias em todo o Japão, com aproximadamente 80% delas, sendo de pessoas com 65 anos ou mais.

LEIA TAMBÉM:

Japão: trabalhadores contratam empresas para pedirem demissão em seus nomes Brasileiro está entre os cinco detidos em conexão com a morte de adolescente chinês em Shizuoka Corpos de bebês são encontrados em uma caixa de papelão na cidade de Nagoya

Os dados policiais sobre as mortes no domicílio, incluindo casos de suicídio, de pessoas que moravam sozinhas, indicaram que cerca de

Leia o conteúdo completo acessando o link abaixo.

Este post foi originalmente publicado no DIA A DIA.

  • Compartilhe esta postagem